Apoio a Defesa Agropecuária - IDAM

Apoio a Defesa Agropecuária

Acordos internacionais para assegurar melhores condições sanitárias aos alimentos de origem animal e vegetal têm levado os governos federal, estaduais e municipais, a aperfeiçoarem o controle do trânsito de animais, vegetais, seus produtos e subprodutos. Dessa forma agricultores vêm executando boas práticas de produção, beneficiamento e manejo dos rebanhos a fim de transportar e comercializar seus produtos, sem correr riscos de sofrerem punições por parte dos órgãos fiscalizadores ligados aos serviços de defesa sanitária animal e vegetal.

O IDAM apoia as ações na área de defesa agropecuária, divulgando e participando das campanhas, destacadamente àquelas ligadas a pecuária bovina, capacitação dos produtores nas temáticas ligadas ao problema e, principalmente, atuando no recebimento das vacinas contra a febre aftosa, armazenamento, logística de distribuição nos municípios e repasse aos criadores.

O Estado do amazonas realiza a vacinação obrigatória em 49 Municípios, sendo que 36 são atendido pelo IDAM em duas fases e deve ser realizada respeitando o Calendário de Vacinação Oficial de cada região nas espécies bovinas e bubalinas.

  • 29 municípios da I Fase:

Amaturá, Atalaia do Norte, Benjamim Constant, São Paulo de Olivença, Santo Antônio do Içá, Tabatinga, Tonantins, Jutaí, Fonte Boa, Japurá, Alvarães, Maraã, Tefé, Uarini, Anamã, Anori, Beruri, Caapiranga, Coari, Codajás, Borba, Itapiranga, Nova Olinda do Norte, Silves, São Sebastião do Uatumã, Boa Vista do Ramos, Maués, Manaquiri, Careiro Castanho.

  • I ETAPA: Período de 15 de Março a 30 de Abril – vacinação de todas as idades;
  • II ETAPA: 15 de Julho a 31 de Agosto – vacinação de animais até 24 meses.
  • 7 municípios da II Fase:

Carauari, Juruá, Tapauá, Barcelos, Santa Isabel do Rio Negro, São Gabriel das Cachoeiras e Novo Airão.

  • I ETAPA – Maio – vacinação de todas as idades;
  • II ETAPA – Novembro – vacinação de animais até 24 meses.
  • 13 Municípios onde as vacinas são adquiridas em estabelecimentos privados, tais como casas agropecuárias

Autazes, Barreirinha, Iranduba, Itacoatiara, Manacapuru, Maraã, Nhamundá, Nova Olinda do Norte, Parintins, Rio Preto da Eva, Urucará, Urucurituba e Presidente Figueiredo.

  • 13 municípios com a suspensão da vacinação contra febre aftosa prevista pelo plano estratégico:

Apuí, Boca do Acre, Canutama, Eirunepé, Envira, Guajará, Humaitá, Itamarati, Ipixuna, Lábrea, Manicoré, Novo Aripuanã, Pauini e parte do município de Tapauá.