Técnicos do Idam participam de palestra sobre legislação de orgânicos em Manaus – IDAM

Técnicos do Idam participam de palestra sobre legislação de orgânicos em Manaus

Na manhã desta quinta-feira, (22), técnicos do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam), órgão integrante do sistema Sepror, participaram de uma palestra sobre a Legislação de Orgânicos, com ênfase em mecanismo de garantia para avaliação da conformidade orgânica.
Quem ministrou a palestra foi o auditor fiscal federal agropecuário, Cândido Oliveira, do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), que a convite do departamento de assistência e extensão florestal do Idam, veio trazer capacitação aos técnicos que atuam nas unidades locais da região metropolitana de Manaus, dos municípios de Rio Preto da Eva, Careiro Castanho, Careiro da Várzea, Iranduba, Presidente Figueiredo, Novo Remanso, no Distrito de Itacoatiara e Manaus.

Participantes da palestra sobre legislação de orgânicos

Durante o evento o palestrante, Candido Oliveira do (MAPA), deu aos participantes uma visão geral como funciona a produção de orgânicos e que ao contrário do que se pensa, ela não caminha separada da tecnologia, mas sim caminha paralelo, o que diferencia para ser orgânico é que não se utiliza defensivos agrotóxicos, como é feito no modo convencional. “Nossa intenção aqui é capacitar os técnicos do Idam, para que com essa parceria, possamos está legalizando os produtores orgânicos, mostrando para a sociedade amazonense que ela pode com tranquilidade consumir esses produtos”, explicou Candido Oliveira.

Palestrante do (MAPA), Cândido Oliveira

Para chefe do departamento de assistência técnica e extensão florestal do Idam, Nadiele Pacheco, o objetivo principal é nivelar as informações da legislação junto ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), para fazer com que os produtores de orgânicos tenham a obtenção do selo ou certificado e posteriormente fazer a comercialização dos seus produtos nas feiras da Agencia de Desenvolvimento Sustentável (ADS) e outros. “A partir desse certificado, com essa declaração do Ministério da Agricultura, eles podem está comercializando os produtos identificados como orgânicos, assim como já temos produtos em Rio Preta da Eva, Careiro da Vázea, Iranduba, e o Idam está trabalhando para alcançar mais produtores”, explicou Nadiele Pacheco.

Chefe de Departamento, Nadiele Pacheco

 

Texto e fotos: GECOM/IDAM